Dicas técnicas

Qual é a diferença entre o sapato e a bota de segurança?

Ana Paula
Escrito por Ana Paula em 23 de setembro de 2020
NEI NEWS

Junte-se a mais de 230 mil pessoas e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Quando falamos em Equipamentos de Proteção Individual (EPI) devemos pensar na proteção de nossos pés também. Afinal, eles ocupam o segundo lugar no ranking das partes do corpo mais atingidas em acidentes de trabalho.

Diante disso, para que estejam a salvo de quaisquer riscos, o uso do calçado de segurança é um fator crucial. 

Divididos entre sapatos de segurança e botas de segurança, os calçados de segurança são EPIs ergonomicamente pensados para a proteção dos pés, dedos e calcanhares do profissional em sua atividade. 

Mas, para que isso aconteça de maneira eficiente, é de extrema importância que o empregador esteja ciente dos riscos ocupacionais em sua empresa. Só assim ele poderá fornecer o calçado de segurança que melhor atenda as necessidades de proteção de seu profissional. 

Neste post explicaremos algumas das dúvidas sobre os calçados de segurança, passando pelos seguintes tópicos:  

as funções dos calçados de proteção e explicamos quais os tipos de calçados de segurança. 

  • Proteção para os pés
  • Sapato de Segurança
  • Bota de Segurança

Continue a leitura e não perca nenhuma informação importante!

Proteção para os pés

Independentemente do modelo, a função principal do calçado de segurança é proteger os pés do trabalhador contra os riscos ocupacionais. Isto é, todo e qualquer perigo externo presente em seu ambiente de trabalho. Tais como:

  • impactos causados pela queda de objetos;
  • variação térmica do ambiente (calor ou frio);
  • objetos cortantes e pontiagudos;
  • corrente elétrica e possíveis choques;
  • umidade e ambientes com água;
  • produtos químicos (contaminação e queimadura).

Diante dos possíveis riscos, conhecer os diferentes modelos de calçados de segurança pode ser um fator decisivo para o bom desempenho do profissional. 

Isto é, entender qual modelo será mais adequado para sua atividade poderá evitar que acidentes com causas irreversíveis. Para isso, avaliações quanto aos adereços do calçado, fechamento com cadarço ou por elástico, altura do cano, por exemplo, deverão ser levados em consideração. 

Sapato de Segurança

A principal característica do sapato de segurança é não possuir um cano, ficando assim abaixo do tornozelo. Sua aparência se assemelha a um tênis, sobretudo de um modelo mais casual, podendo ter seu fechamento por cadarço ou elástico. 

Mas não apenas isso, para que um calçado de segurança seja qualificado como um sapato de segurança, é preciso que ele tenha uma biqueira de aço ou uma biqueira de composite. 

E mais, a biqueira deve ser resistente à energia de impacto de, no mínimo, 200 J e a carga de compressão de, no mínimo, 15 KN.

Já o sapato que não tem biqueira é classificado como calçado ocupacional. Este tipo de sapato é recomendado para uso em ambientes que oferecem baixo risco. Os mais comuns são feitos em materiais poliméricos, bastante utilizados em hospitais, laboratórios, restaurantes, hotéis e serviços de limpeza, entre outros ambientes. 

Bota de Segurança

A bota de segurança diferencia-se dos demais calçados de segurança por seu cano médio, que fica acima do tornozelo. Dentre os modelos de botas de seguranças oferecidos hoje pelo mercado, temos também a botina de segurança. Esta é caracterizada por seu cano curto, confeccionada com ou sem elástico. 

As botas oferecem maior proteção contra torções, “topadas” ou batidas em máquinas e equipamentos, quedas de objetos, choques elétricos e umidade, como também ajudam a manter a temperatura dos pés em ambientes muito frios ou muito quentes.

Um dos modelos preferidos pelo profissional da indústria é a bota de PVC. Ela, assim como o sapato ocupacional, é ideal para ambientes que oferecem riscos leves ao trabalhador.

Em favor de seu cano longo, são comum utilizadas em locais onde o colaborador precise ter contato direto com a água ou com produtos químicos. Ademais, seu tratamento antiderrapante garante ao usuário maior proteção, mantendo seus pés sempre secos e seguros. 

Por fim, cuidar da segurança no ambiente de trabalho é imprescindível e a proteção dos pés faz parte deste cuidado. Mas agora que você já aprendeu a diferença entre o sapato e a bota de segurança sua escolha entre esses dois tipos de calçados ficará ainda mais fácil, não?

Este artigo teve a colaboração da Equipe de Redação Kadesh.


Gostou?

Conte para a gente nos comentários!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *