Economia

Produção cai, estoques crescem e ociosidade aumenta na indústria, aponta CNI

julho 22, 2013
Tempo de leitura 2 min

sondagem_industrial_cni_junho_13Segundo a Sondagem Industrial divulgada pela Confederação Nacional da Indústria – CNI, a produção e o emprego industrial caíram em junho. O índice de evolução da produção caiu para 46 pontos e o de evolução do número de empregados no setor apontou 48,1 pontos.  O índice varia de zero a cem e abaixo de 50 significa queda. A pesquisa aponta ainda que o índice de utilização da capacidade instalada efetiva em relação ao usual recuou para 42,9 pontos.

Mesmo com a redução de produção e emprego,  o indicador dos estoques da indústria apontou saldo positivo, registrando 50,6 pontos. É o terceiro mês consecutivo em que a indústria registra excesso de estoques. Indicadores acima de 50 pontos revelam que os estoques estão acima do previsto pelos empresários.

Para Renato da Fonseca, gerente executivo da Unidade de Pesquisa e Competitividade da CNI, “há um ambiente de estagnação na indústria. A indústria precisa investir mais, não só para aumentar a produção, mas para ganhar competitividade”.

Os principais obstáculos
Elevada carga tributária é a principal dificuldade enfrentada pelo empresário brasileiro. Neste segundo trimestre de 2013, o número de menções aumentou 7,8% em relação ao primeiro trimestre, alcançando 60% do total. Competição acirrada (37,1%), alto custo da matéria-prima (35,5%), falta de demanda (32,8%) e falta de trabalhador qualificado (24,5%) completam as outras dificuldades em destaque.

O futuro
Embora com resultados negativos consecutivos, os empresários do Brasil estão otimistas quando planejam os próximos seis meses. Todos os índices recuaram, mas permaneceram acima da linha divisória de 50  pontos, o que indica expectativas positivas.

O índice de expectativa com relação à demanda  apontou 58,9 pontos em julho. O de quantidade exportada recuou para 54,2 pontos. O índice de expectativa de compras de matérias-primas registrou 56 pontos. E o de número de empregados apontou 51,5 pontos.

A Sondagem Industrial foi feita entre 1º e 12 de julho com 1.953 empresas. Dessas, 719 são pequenas, 737 são médias e 497 são de grande porte.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/expertisenei/public_html/wp-includes/functions.php on line 3743