Pós-graduação stricto sensu em nanotecnologia da Coppe/UFRJ começa em 2014

1 minuto para ler

A partir de março, a Coppe – Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia, localizada na Universidade Federal do Rio de Janeiro, inicia o Programa de Engenharia da Nanotecnologia – PENT, composto por mestrado e doutorado. A criação do PENT, o 13º programa da Coppe, é um dos marcos das comemorações dos 50 anos do instituto.

“Vamos atuar em áreas como catálise, materiais, filmes e revestimentos, membranas e sensores”, disse Sergio Camargo, coordenador do novo programa da Coppe. “O Brasil está muito atrás no ensino da nanotecnologia e precisamos recuperar esse tempo. Essa é uma tecnologia de ponta e a engenharia é a maneira de fazer a ponte entre o conhecimento básico e a aplicação.”

Segundo o coordenador, hoje o total anual dos investimentos governamentais em nanotecnologia no mundo supera US$ 10 bilhões. “Levando-se em conta os investimentos privados, que são superiores aos governamentais, até o final de 2015 estima-se que o total investido em nanotecnologia no mundo atingirá cerca de um quarto de trilhão de dólares.”

Você também pode gostar

1 comentário em “Pós-graduação stricto sensu em nanotecnologia da Coppe/UFRJ começa em 2014

  1. Olá, sou formado em Gestão da tecnologia da Informação na Estácio – RJ, gostaria de saber se vcs conhecem uma área da saúde que eu consiga ingressar mas sem ser pela parte de Software. Exemplo tipo robótica da saúde ou a nanotecnologia . no aguardo. Qualquer coisa : venda007@ig.com.br

Deixe uma resposta

-