Petrobras investe R$ 83,6 mi em novos simuladores e ambientes virtuais

2 minutos para ler

Serão produzidos 14 novos simuladores – tecnologia que capacita operadores, técnicos e engenheiros em técnicas de operação offshore e de emergências por meio de simulação de ocorrências do dia a dia. Esses equipamentos também reduzirão os custos de treinamento, já que as empresas do setor não precisarão encaminhar operadores para o exterior. O investimento será de R$ 83,6 milhões, proveniente da aplicação de recursos associados aos investimentos obrigatórios em Pesquisa e Desenvolvimento – P&D e em treinamento.

Os novos simuladores ficarão instalados no Núcleo de Treinamento Offshore Nelson Stavale Malheiro, em Benfica, no Rio de Janeiro. No mesmo ambiente já estão instalados outros três simuladores: o Simulador de Lastro, o de Planta de Processamento Primário e o Centro de Treinamento em Instalações Elétricas. Desde 2006, mais de 4 mil profissionais já foram capacitados.

Acordado entre Petrobras e o Senai/Firjan, a ideia do projeto é viabilizar um treinamento altamente qualificado para profissionais do setor, focado tanto no aumento da eficiência quanto na segurança operacional. A longo prazo, os novos simuladores buscam acelerar a curva de aprendizado das equipes de operação, de modo a atender a demanda de capacitação decorrente das novas unidades da Petrobras que entrarão em operação até 2020.

“É importante termos mão de obra qualificada para conseguir tripular nossas sondas, plataformas e embarcações, sejam elas próprias ou afretadas. Os simuladores são importantes nos quesitos de segurança e confiabilidade das operações”, finaliza José Formigli, diretor de exploração e produção da Petrobras.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-