Economia

Participação das importações industriais bate recorde

agosto 15, 2013
Tempo de leitura 1 min

Segundo a pesquisa Coeficientes de Abertura Comercial, divulgada hoje (15) pela Confederação Nacional da Indústria – CNI, a participação de bens importados pela indústria brasileira cresceu 21,1% nos últimos 12 meses (jul/12 a jun/13). O resultado é um recorde histórico na série trimestral, pesquisada desde 2007. “A valorização do câmbio nos últimos meses amenizou o ímpeto importador, mas o contínuo aumento do coeficiente de importação reflete a perda da competitividade da indústria nacional frente a seu concorrente estrangeiro”, avalia Marcelo Azevedo, economista da CNI.

dados_cni

 

Desenvolvido em parceria com a Fundação Centro de Estudos de Comércio Exterior – Funcex, o documento aponta crescimento das importações em 12 setores da indústria de transformação, em especial nos segmentos farmacêuticos, químicos, informática, eletrônicos e ópticos.

Além disso, outro resultado que mostra a falta de competitividade da indústria nacional é a queda das exportações no faturamento das empresas, que registrou recuo de 19,2% no segundo trimestre de 2013. Fraca demanda externa pelas manufaturas brasileiras e queda dos preços internacionais são alguns motivos que explicam o resultado desfavorável. Ainda segundo a pesquisa, houve retração em nove setores produtivos da indústria de transformação. Entre os mais afetados, estão: metalurgia (-1,1%), máquinas e equipamentos (-0,9%), têxteis (-0,9%) e derivados de petróleo e bio-combustível (-0,5%).

Para os próximos meses, o estudo prevê que a alta do câmbio deve minimizar as importações, favorecendo a recuperação da produção industrial interna.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/expertisenei/public_html/wp-includes/functions.php on line 3743