Números do setor de embalagens

1 minuto para ler

O último Estudo Macroeconômico da Embalagem, realizado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas para a Associação Brasileira de Embalagem – ABRE, mostra valor bruto de produção de R$ 55,1 bilhões em 2014, aumento de aproximadamente 6,2% em relação ao número de 2013, passando de 1,07% do PIB em 2012 e 2013 para cerca de 1,9% em 2014. E a expectativa para 2015 é de que a produção totalize até R$ 58,2 bilhões. O nível de emprego na indústria de embalagem atingiu, em dezembro do ano passado, 227.321 postos de trabalho.

Em 2014 as exportações diretas do setor de embalagem tiveram faturamento de US$ 523,2 milhões, valor que representa crescimento de 6,18% em relação ao ano de 2013. As importações tiveram retração de 5,84% na comparação com 2013, movimentando total US$ 860,1 milhões. O próximo Estudo Macroeconômico da Embalagem só será divulgado pela ABRE em agosto deste ano.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-