Feiras & Eventos

Muito precisa ser feito para a Indústria 4.0 ser habitual, dizem especialistas na Hannover Messe 2015

Rafael
Escrito por Rafael em 20 de abril de 2015
NEI NEWS

Junte-se a mais de 230 mil pessoas e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

“A Indústria 4.0 permanece como o centro das atenções, com as empresas buscando, de alguma forma, se inserir nessa tecnologia. Mas esse é um objetivo a ser alcançado, e ainda um pouco distante da realidade. Na Alemanha, os empresários entendem que muito investimento de capital e tempo será necessário para que essa nova indústria transforme-se em realidade.” Esse comentário foi feito pelo editor técnico da Revista NEI, Roberto Guazzelli, após participar de eventos sobre o tema na Hannover Messe, realizada de 13 a 17 de abril, na Alemanha.  
 
hm15-41_image_gallery_desktop
 
hm15-62_image_gallery_desktop
 
 
 
 
 
 
 
hm15-60_image_gallery_desktop
hm15-55_image_gallery_desktop (1)
 
 
 
 
 
 
 
Percorrendo os corredores da feira, Guazzelli se surpreendeu com os robôs colaborativos, que se mostram muito mais próximos e imediatamente aplicáveis na indústria. “Praticamente todos os grandes fabricantes de robôs já oferecem sua versão de robô colaborativo, cada uma extremamente versátil e apresentada como uma tecnologia acessível para empresas de qualquer porte”, comentou.
Segundo o editor, foram vários estandes que exibiram o uso desses robôs em atividades antes exclusivas de “seres humanos”, seja ajudando na montagem de componentes, ou selecionando componentes. “Na verdade, essas máquinas são  responsáveis agora por executar tarefas repetitivas, perigosas ou de extrema precisão; ninguém ainda os enxerga como substitutos do homem, mas parece que o ‘pontapé inicial’ já foi dado”, contou Guazzelli. “Estamos, de fato, sendo testemunhas de uma modernidade que vai mudar profundamente nossas estruturas produtivas e cujos desdobramentos, a médio e longo prazo, vão definir os contornos de uma nova sociedade.”

Gostou?

Conte para a gente nos comentários!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *