Economia

Indústria de metal precisa sofrer mudanças radicais, revela pesquisa

setembro 3, 2013
Tempo de leitura 1 min

As empresas do setor de metais com maior desenvolvimento serão aquelas que aplicarem mudanças radicais nos negócios. É o que aponta pesquisa realizada pela KPMG nomeada “Perspectivas globais para o setor de metais”. A publicação traça panorama e examina tendências e oportunidades em novos mercados com base em entrevistas realizadas com executivos de vários países.

O levantamento também revela que, enquanto entre 2004 e 2008 a consolidação da indústria siderúrgica foi um dos principais motores nas atividades de fusões e aquisições do setor de metais, desde o início de 2012 o mercado sofre desaceleração. “Em parte, isso ocorre porque as organizações de aço estão mais preocupadas com a otimização de custos e com a gestão de carteira de ativos já existentes”, disse Charles Krieck, sócio líder de Indústrias Diversificadas da KPMG no Brasil. “Aqueles que souberem reduzir seus custos, criar produtos e entrar em mercados em desenvolvimento conseguirão vantagem competitiva para sobreviver às turbulências.”

KPMG

O estudo conclui que a indústria de metais deve focar em quatro itens principais: pensar na vantagem competitiva a longo prazo, aprimorar a cadeia de suprimentos, focar em novos mercados e produtos e criar parcerias.

“O ano de 2013 provavelmente será lembrado como período de mudanças fundamentais para o setor. Os mercados com crescimento lento na Europa devem focar na reestruturação e corte de custos, enquanto os países emergentes da Ásia, América Latina e África devem aumentar seus investimentos, visto que ainda há bastante espaço para a modernização das indústrias”, afirmou Krieck.

Para visualizar o estudo completo, clique aqui.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/expertisenei/public_html/wp-includes/functions.php on line 3743