Economia

Grande ABC é responsável por 13,7% do faturamento nacional do setor químico, aponta pesquisa

maio 9, 2014
Tempo de leitura 1 min

O faturamento da indústria química do Grande ABC é de R$ 49,5 bilhões por ano, que representa 13,7% do segmento no Brasil. São 1.330 empresas que empregam 50.169 pessoas, com salário médio de R$ 3 mil, valor de duas a três vezes maior que a média da indústria de transformação brasileira. O Valor Adicionado Fiscal é de R$ 10,2 bilhões (2011), o que contribui para o desenvolvimento econômico. Os dados são da pesquisa “A importância da indústria química para o desenvolvimento econômico do Grande ABC”, divulgada pela Braskem e pela consultoria Maxiquim.

O estudo demonstra alto impacto da região no cenário nacional, com concentração: 63% da indústria de tintas e vernizes, 45% das empresas de transformação de borrachas, 33% da indústria de produtos de limpeza doméstica e 24% das empresas de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos.

“É preciso aumentar a inovação e os investimentos na região”, disse Rafael Marques, presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC e do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. “O setor plástico pode crescer no Grande ABC e a nossa área disponível favorece o setor, que é formado por pequenas indústrias”. A pesquisa destaca a alta concentração de micros e pequenas empresas, que somam 91,8% das empresas no Grande ABC, as médias representam 16% e as grandes, 1,1%.

Apesar da importância da indústria na região, o estudo aponta que o setor vem perdendo produtividade e representatividade nos últimos dez anos, já que tem crescido em ritmo mais lento do que a média brasileira.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/expertisenei/public_html/wp-includes/functions.php on line 3743