Governo apresentará novo Programa Nacional de Nanotecnologia em agosto

2 minutos para ler

Previsto para ser lançado na segunda quinzena de agosto, o novo Programa Nacional de Nanotecnologia priorizará pesquisas em nanociência para sensores, dispositivos, materiais e compósitos, que serão feitas nos 26 laboratórios que compõem o Sistema Nacional de Laboratório em Nanotecnologia – SisNano.

Flávio Plentz, coordenador-geral de Micro e Nanotecnologias do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI, destacou que o foco no desenvolvimento dos laboratórios é atualmente a etapa mais importante na área de nanotecnologia para o País ter estrutura para competir internacionalmente na pesquisa científica.

“Vai modificar muito o ambiente da nanotecnologia no Brasil, porque agora eles [os laboratórios] estarão à disposição para desenvolvimento e terão o compromisso de ser laboratórios abertos, onde as pessoas poderão contratar desenvolvimento ou colocar suas equipes lá dentro fazendo o desenvolvimento”, disse Plentz. Segundo ele, os laboratórios que fazem parte do SisNano receberão recursos para ser usados por pesquisadores, grupos de pesquisas e empresas.

O dinheiro que será aplicado está em análise, porém neste ano já são investidos R$ 38,9 milhões diretamente nos laboratórios, além de R$ 9 milhões para que grupos de pesquisas façam parte do Sistema Brasileiro de Tecnologia – Sibratec. Para 2014, estão previstos R$ 20 milhões para o setor.

De janeiro a maio, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES investiu R$ 1,5 bilhão, por meio do Programa de Sustentação do Investimento, em  inovação, área que engloba a nanotecnologia.

Fonte: com informações da Agência Brasil.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-