Energia

Furnas desenvolve usina para gerar energia a partir de ondas de alto-mar

Rafael
Escrito por Rafael em 13 de novembro de 2013
NEI NEWS

Junte-se a mais de 230 mil pessoas e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Furnas iniciou projeto de usina flutuante inédita no País, chamada de conversor offshore, para a geração de energia a partir das ondas de alto-mar com capacidade inicial de 100 quilowatts. “A ideia é de que a unidade atenda o Farol da Ilha Rasa e cerca de 200 casas existentes no local”, disse Renato Norbert, gerente da área de pesquisa, desenvolvimento e inovação de Furnas. Na segunda etapa, deverá gerar energia para plataformas do pré-sal. O gerente completou que a intenção também é atender navios que estejam ancorados a pouca distância da costa, aguardando para entrar em algum porto.
A pesquisa é desenvolvida em parceria com a Coppe – Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia, da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, e a empresa Seahorse.
Já foi iniciada a construção do protótipo, em pequena escala, que será testado no tanque de ondas da Coppe. Após os aperfeiçoamentos, os técnicos se dedicarão à construção da unidade. A expectativa é de que as operações comecem até o primeiro trimestre de 2016.
Segundo Norbert, a construção da usina é muito mais barata do que usina de geração eólica da mesma capacidade, por exemplo, e a manutenção terá custo baixo. O investimento total da estatal deve ser de R$ 8,2 milhões.
A Coppe e a empresa Tractebel Energia desenvolvem a primeira usina de ondas para produzir energia elétrica da América Latina, situada no Porto do Pecém-CE. Essa unidade se diferencia do projeto de Furnas porque é fixada no porto (onshore).
Fonte: com informações da Agência Brasil.

Gostou?

Conte para a gente nos comentários!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *