FIEE Elétrica e Eletrônica começa na segunda-feira

4 minutos para ler

A 27ª Feira Internacional da Indústria Elétrica, Eletrônica, Energia e Automação – FIEE, que começa na segunda (1) e vai até sexta-feira (5), no Anhembi, em São Paulo, apresentará as novas soluções em componentes elétricos, equipamentos industriais, geração, transmissão e distribuição de energia – GTD, automação industrial, manufatura eletrônica, materiais para instalação, alternativas energéticas, tecnologia embarcada, tecnologia de Laser, óptica e fibra óptica, nanotecnologia e robótica.

Segundo a organizadora Reed Exhibitions Alcantara Machado, o evento deve reunir cerca de 1.200 marcas nacionais e internacionais – de países como Alemanha, Bélgica, China, Estados Unidos, França, Holanda, Índia, Itália, Taiwan e Turquia – e 63 mil visitantes em 60 mil m². Em 2011, a FIEE recebeu cerca de 1,1 mil marcas. O volume de negócios realizados chegou a R$ 3,7 bilhões.

Essa edição agrega eventos simultâneos, como a Ilha Fotovoltaica, o Espaço Senai de Nanotecnologia, o Espaço de Tecnologia Embarcada e o Abinee Tec 2013, conjunto de palestras organizadas pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica – Abinee que abordarão temas como sustentabilidade, energia, comércio exterior e inovação.

Robô NAO
Robo_NAOEm parceria com a empresa Vivacity, a 27ª edição da FIEE vai apresentar cinco clones do humanoide NAO – hoje considerado o robô que melhor reproduz movimentos humanos. A iniciativa objetiva despertar o interesse de estudantes, técnicos e engenheiros brasileiros para o desenvolvimento de novas habilidades para o NAO. “A FIEE recebe mais de 60.000 visitantes, sendo o maior encontro da indústria elétrica e eletrônica no País. Sem dúvidas, é a plataforma ideal para fomentar o engajamento de profissionais do setor para esse desafio”, diz Ivan Romão, gerente da FIEE.

NAO é um simpático robô de 57 centímetros de altura dotado de inteligência artificial. Funções básicas, como andar e realizar movimentos do corpo, braços e pernas já vêm de fábrica. Reprodução de palavras e sensores de visão para reconhecer e classificar objetos podem ser pré-configurados. Cerca de 450 universidades em todo o mundo utilizam o robô NAO. No Brasil, 15 instituições de ensino possuem o humanoide.

O talento na reprodução de movimentos humanos possibilitou ao humanoide NAO ser o primeiro robô selecionado para disputar a Copa do Mundo de Robótica (Robocup 2014), que será realizada em João Pessoa (Paraíba) e terá início logo após a Copa do Mundo de Futebol.

Expectativas para 2013
A previsão da Abinee é de aumento de 8% do faturamento em 2013, atingindo R$ 156,7 bilhões. Entre as oito áreas, as que mais devem crescer são: automação industrial e equipamentos industriais, 12%; GTD e utilidades domésticas eletroeletrônicas, 10%. Os investimentos deverão alcançar US$ 4,6 bilhões, ou seja, 2,9% do faturamento do setor.

Em 2013 alguns fatores poderão contribuir para o crescimento da indústria eletroeletrônica, segundo a associação. A taxa de câmbio, mesmo permanecendo nos níveis atuais, ainda deverá ter efeitos positivos na competitividade do setor. A desoneração da folha de pagamentos valerá para uma gama maior de empresas. A diminuição do valor da energia elétrica também deverá reduzir os custos de produção da indústria. Espera-se ainda a aceleração dos investimentos na infraestrutura do País para atender as necessidades dos eventos esportivos, especialmente na área de telecomunicações.

A expectativa é de que as exportações aumentem 4%, ou US$ 8,1 bilhões, enquanto que as importações devem crescer 6%, atingindo US$ 43,6 bilhões. O número de trabalhadores da indústria eletroeletrônica poderá chegar a 187 mil trabalhadores, quatro mil acima do total de 2012.

A partir de 1 de abril, em www.nei.com.br/produtos você terá acesso a alguns lançamentos de expositores da FIEE. Confira.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-