FGV cria centro para estudar energia

1 minuto para ler

A Fundação Getulio Vargas acaba de criar o FGV Energia. Dirigido pelo engenheiro e professor Carlos Otavio Quintella, o centro pretende formular estudos, políticas e diretrizes de energia e estabelecer parcerias para auxiliar empresas e governo nas tomadas de decisão.

O FGV Energia estudará o setor energético com ênfase nas áreas: petróleo, gás natural, energia elétrica, nuclear, biocombustíveis, fontes renováveis e eficiência energética. O centro dará destaque também para estudos de exemplos internacionais, permitindo identificar elementos fundamentais para o setor no País. Para Quintella, o segmento passa por mudanças significativas em virtude do gás de xisto, que transformará a matriz energética mundial.

Para Quintella, o segmento passa por mudanças significativas em virtude do gás de xisto, que transformará a matriz energética mundial. Na avaliação dele, o setor carece de planejamento de longo prazo, desenvolvimento de negócios e investimentos em linhas de transmissão. “O grande desafio é obter e disponibilizar fontes de energia sustentáveis”, alertou.

Além de especialistas convidados, o FGV Energia possui corpo de pesquisadores provenientes das escolas da instituição.

Você também pode gostar

1 comentário em “FGV cria centro para estudar energia

  1. Acho fundamental este tipo de iniciativa, através de estudos dirigidos e bem elaborados por especialistas no setor. O futuro da energia no Brasil depende em muito de estudos e políticas viáveis para o seu desenvolvimento.

Deixe uma resposta

-