Produtos & Serviços

Extintor de Incêndio. Conheça melhor este equipamento que salva vidas.

Rafael
Escrito por Rafael em 25 de abril de 2011
NEI NEWS

Junte-se a mais de 230 mil pessoas e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O extintor de incêndio é um equipamento de proteção das edificações que geralmente não é levado a sério no dia a dia. É comum encontrá-lo obstruído e até mesmo depredado, o que impossibilita ao usuário alcançá-lo ou ter acesso a ele de forma rápida quando há necessidade de uso. Outro problema comum é o descontrole de sua renovação; a validade deve ser respeitada, pois, uma vez vencido, sua pressão ou material para combate ao fogo pode estar inutilizado.
Sem controle periódico, o extintor pode não apresentar condições de uso no momento de um incêndio ou até mesmo não estar em seu lugar. Faça um teste e verifique as condições dos extintores do seu trabalho ou residência (em caso de condomínio) e veja se não há extintores em situações irregulares.
A utilização do extintor exige alguns conhecimentos necessários para evitar acidentes e obter o melhor aproveitamento do equipamento. Vamos a alguns:
Após fazer a inspeção visual de todos os extintores e certificar-se de que estão desobstruídos, sinalizados e com a validade em dia, o segundo passo é fazer o correto reconhecimento dos extintores: eles são classificados de acordo com a classe de fogo que apagam, conforme a NBR-12693 Sistemas de Proteção de Extintores de Incêndio:
Fogo classe A
– Fogo envolvendo materiais combustíveis sólidos, tais como madeira, tecidos, papéis, borracha, plásticos termoestáveis e outras fibras orgânicas, que queimam em superfície e profundidade, deixando resíduos.
Fogo classe B
– Fogo envolvendo líquidos e/ou gases inflamáveis ou combustíveis, plásticos e graxa que se liquefazem por ação do calor e queimam somente em superfície.
Fogo classe C
– Fogo envolvendo equipamentos e instalações elétricas energizadas.
Fogo classe D
– Fogo em metais combustíveis, tais como magnésio, titânio, zircônio, sódio, potássio e lítio.
Cada extintor traz impresso em seu cilindro e em sua identificação na parede a classe de fogo a qual se destina. Procure reconhecer essas classes e os tipos de extintor. Ainda segundo a NBR 12693, vale conhecer o conceito de extintor: “Aparelho de acionamento manual, constituído de recipiente e acessórios contendo o agente extintor destinado a combater princípios de incêndio”.
Os extintores comumente encontrados em prédios são os de água pressurizada de classe A, os de pó químico seco que tem classe B e C, os de CO2 (dióxido de carbono) que tem classe B e C e os de pó químico, mais modernos, que apagam o fogo das classes A, B e C.
Em caso de incêndio, deve ser tomado o seguinte cuidado: utilizar o extintor certo para cada tipo de fogo e saber que o extintor serve para apagar apenas o princípio do fogo. Depois do fogo já estabelecido, o usuário deve abandonar o prédio e chamar o Corpo de Bombeiros, pelo número 192.
Quanto ao pessoal treinado para combater incêndios, a NBR 12693 traz as seguintes recomendações:
a) Para os sistemas de proteção de que trata essa Norma, deve ser organizado e mantido um grupo de pessoas treinadas e habilitadas na utilização dos extintores, para operá-los a qualquer momento.
b) Nas edificações residenciais multifamiliares, devem integrar tal grupo de pessoas os empregados dessas edificações.
c) No mínimo uma vez por ano, devem ser levados a efeito treinamentos teóricos e práticos para uso dos extintores.
d) Recomenda-se que os extintores utilizados para treinamento sejam aqueles que passaram por manutenção, observando-se as normas vigentes, e que apresentam condições de operação.
e) A organização dos grupos mencionados, bem como o seu treinamento, é de responsabilidade do proprietário ou possuidor de qualquer título do estabelecimento.
Esses são conhecimentos básicos sobre os extintores, e devem ser complementados por atividades práticas, geralmente realizadas pelo Corpo de Bombeiros em condições controladas e seguras.
Crédito: Giovani Pons Savi é técnico em segurança do trabalho e graduando em engenharia civil da UFRGS.

Gostou?

Conte para a gente nos comentários!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 Replies to “Extintor de Incêndio. Conheça melhor este equipamento que salva vidas.”

Adriano Geri

Uma sugestão seria organizar no mesmo bairro os empreendimentos que obviamente utilizam o dispositivo de segurança, assim poderiam realizar treinamentos, ensaios, vistorias pré-AVCB pelos próprios vizinhos, visitas mais frequentes dos bombeiros militares para se familiarizarem com o empreendimento, realizar testes de rotas e vias que podem ser interditadas ou não em caso de sinistro, etc, etc…
Já existe um exemplo concreto PAM – Plano de Auxilio Mutuo em Barueri/Alphaville.

Wesley de Almeida Sarto

@Adriano Geri Adriano, muito legal a sugestão!
O caso da PAM está disponível on-line? Poderia compartilhar aqui com os demais leitores?
Creio que seria de grande ajuda.
Abs.
Wesley

Adriano Geri

Sim. Possuem um site que frequentemente postam videos, fotos, comunicados, parcerias, etc.
Uma parceria que dá mais credibilidade à intensão é o proprio Grupo Corpo de Bombeiros Militares, Defesa Civil, Policia Militar, Rodoviaria, Civil, Demutran, outros profissionais peritos em segurança, em combate a incendio, brigadistas….muita, muita informação e experiencia para podermos nos preparar.
Confiram no link abaixo.
http://www.pambarueri.org.br/
Abraços.

Extintor

Ótima postagem.. Esse equipamento realmente salva vidas, muito bom saber um pouco mais sobre ele!!!

Empresa de Extintores de Incêndio

Os extintores de incêndio são realmente ótimos em situações perigosas!!