Em evento, Petrobras revela demanda por equipamentos e necessidade de capacitar 17 mil pessoas até 2016

2 minutos para ler

“Dezessete mil pessoas serão capacitadas para trabalhar na indústria de petróleo e gás natural até 2016”, revelou Paulo Sérgio Rodrigues Alonso, assessor da presidência da Petrobras para conteúdo local e coordenador executivo do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural – Prominp, durante evento sobre a indústria petrolífera, em Houston. A necessidade foi identificada pelo executivo após analisar demandas para os 45 projetos mais importantes da Petrobras e dos principais estaleiros brasileiros. Alonso lembrou ainda que entre 2006 e 2013, o Prominp capacitou 97 mil pessoas, entre técnicos e engenheiros.

Demandas por equipamentos da Petrobras
No mesmo evento, o engenheiro Ronaldo Martins, gerente de Desenvolvimento de Mercado da área de Materiais da Petrobras, revelou que até 2020 serão necessárias 24 novas unidades de produção para o pré-sal brasileiro, tanto na Bacia de Santos quanto na de Campos.

Apontando o Plano de Negócios e Gestão 2014-2018, Martins lembrou que a companhia demandará, entre outros itens, 873 mil toneladas de tubos. Bombas e árvores de natal molhada (conjunto de válvulas instalado em poços marítimos) também foram citadas pelo engenheiro. “São quantidades muito expressivas”.

A importância de parcerias entre Petrobras e fornecedores foi também destacada por Martins. “Essa parceria resulta em tecnologia de ponta. Hoje temos tecnologia de risers (tubos) flexíveis para até 2.200 metros e queremos ir mais fundo. Estamos sempre trabalhando em conjunto com os fabricantes de risers flexíveis, há três no mundo e todos estão no Brasil”, informou.

Fonte: Agência Petrobras

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-