Construção de duas plataformas de petróleo e gás deve gerar 4.500 vagas

2 minutos para ler

A produção de petróleo no pré-sal da Bacia de Santos, nos campos de Franco e Franco do Sul, ganhará duas plataformas que agregarão, quando estiverem em plena operação, mais 300 mil barris de petróleo e 14 milhões de metros cúbicos de gás natural diariamente à produção nacional. A construção e a integração dos módulos da P-74 e da P-76 gerarão cerca de 4.500 empregos diretos e indiretos nas regiões de São José do Norte – RS e Pontal do Paraná – PR, onde estão os estaleiros que executarão os serviços.

A Petrobras informou que, para a construção dos módulos das plataformas, os contratos estipulam índice de conteúdo local de 65% nos serviços de construção e montagem; 65% nos serviços de engenharia de detalhamento; 65% nos serviços de gerenciamento; e 71% para o fornecimento de materiais. A instalação e a integração dos módulos no casco também terão conteúdo local de 65%.

O prazo contratual total é de 42 meses. A produção de petróleo da P-74 está prevista para o segundo semestre de 2016, e a da P-76, para o segundo semestre de 2017.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-