Compreender, aprender e investir

2 minutos para ler

A indústria nacional tem sido chamada à competitividade, ao desenvolvimento e emprego de novas tecnologias, ao aprimoramento de novas práticas administrativas e ao lançamento de novos produtos que a capacitem a superar os obstáculos impostos pelo mercado globalizado. É clara a necessidade de se oferecer ao consumidor não apenas produtos de qualidade, mas também tecnicamente atualizados e com preços interessantes.

A busca por soluções é contínua, é preciso aprender sempre, é necessário entender o mercado e investir em inovação. Destacar-se da concorrência não é uma frase de efeito, mas uma escolha que exige massivos investimentos no produto, na qualificação de pessoal, nos processos de produção e principalmente na consolidação da marca – o bem mais valioso de uma empresa.

Neste mês temos a oportunidade de ampliar nossos horizontes, atualizar nossos conhecimentos e conhecer as novidades tecnológicas que estão chegando ao mercado. A Feimafe 2013 é uma grande vitrine na qual a indústria nacional se alinhará às maiores empresas mundiais e terá acesso a tecnologias de ponta, antes privilégio de poucos, em condições extremamente favoráveis. Algumas dessas novidades você confere em NEI.com.br, que reúne mais de 60 lançamentos desse megaevento. Clique aqui para conferir.

Poucas vezes nas últimas décadas o industrial brasileiro teve um campo tão propício ao investimento, contando com novas linhas de financiamento, crescimento de consumo interno e perspectivas de importantes investimentos governamentais dentro do programa do pré-sal e na adequação das infraestruturas aeroportuárias, de transporte e telecomunicações necessárias aos grandes eventos esportivos de 2014 e 2016. Resumindo, a melhor hora para investir é agora.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-