SP abriga o primeiro laboratório de catalisadores da Clariant na América Latina

2 minutos para ler

Já está em operação plena o primeiro laboratório de pesquisa e desenvolvimento – P&D da Clariant na América Latina destinado a soluções que envolvem gás de síntese, catalisadores de conversão e adsorventes para indústrias químicas, de petróleo e gás. Localizado na maior instalação fabril da companhia na América Latina, em Suzano-SP, faz parte de rede global de 11 unidades de P&D. O local tem infraestrutura, equipamentos e equipe de pesquisadores também para fornecimento de suporte técnico a clientes.

O laboratório foi constituído a partir da aquisição parcial de ativos de catalisadores da empresa brasileira Oxiteno em 2012, incluindo patentes e laboratórios de pesquisas. Na transferência dos ativos para Suzano e instalação da nova unidade, a Clariant aportou recursos adicionais para aperfeiçoar a infraestrutura e os serviços oferecidos.

“Vamos continuar a desenvolver no Brasil soluções inovadoras com nossos catalisadores e adsorventes”, destacou Stefan Heuser, vice-presidente sênior e diretor da BU Catalysts. Os adsorventes da empresa são usados para purificar o gás natural, que sai do poço com impurezas como enxofre, mercúrio, arsina e outros compostos danosos ao meio ambiente e aos equipamentos do sistema de produção. Segundo a fabricante, os adsorventes da série ActiSorb GP removem esses contaminantes antes da entrada do gás na tubulação, atendendo as especificações da legislação.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-