Conservação de Energia: Quando Menos é Mais

A competitividade da indústria reside na capacidade de ações estratégicas e nos investimentos em inovação de processo e de produto, que considera também a eficiência energética entre os fatores associados à preservação, renovação e melhoria das vantagens competitivas dinâmicas.

A Responsabilidade da Indústria para com a Saúde Ambiental

Os determinantes sociais têm um impacto direto na saúde ambiental e constituem a ‘causa das causas’. Estão incluídos entre os determinantes da saúde aqueles que estão sob maior controle do indivíduo (como certas condutas individuais) e outros, de abrangência coletiva, que são dependentes das condições políticas, econômicas, sociais, culturais, ambientais e biológicas, onde se pergunta: Qual é a responsabilidade da indústria para com a saúde ambiental?

Oportunidades da indústria numa economia de baixo carbono

As emissões de gases de efeito estufa (GEE), assim como a poluição de uma forma geral, pode ser considerado um sinal do uso improdutivo dos recursos naturais. Requer uma honesta comparação em relação às melhores práticas vigentes no mercado técnica e economicamente viáveis e a decisão de se fazer alguma coisa a respeito. A chave do sucesso da indústria numa economia de baixo carbono reside no processo de governança climática intrinsecamente ligada ao processo de expansão da noção de governança corporativa através de estratégias de redução das emissões de GEE, acompanhada pela prospecção de linhas de produtos e serviços de baixa intensidade de emissões (carbon low-intensive).

Novos caminhos: como a indústria será afetada pelas políticas públicas de mudanças climáticas

Está sendo desenvolvida a regulamentação políticas públicas (nacional, estaduais e municipais) de mudanças climáticas através de medidas reais, mensuráveis e verificáveis para reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE). Isto ocorrerá de duas formas: i) através de metas de estabilização ou redução de emissões e ii) de metas de eficiência setoriais, tendo por base as emissões de gases de efeito estufa inventariadas para cada setor e parâmetros de eficiência que identifiquem, dentro de cada setor, padrões positivos de referência.

Borracha que gera energia

O composto formado por nanofitas de cerâmica incorporadas em folhas de borracha de silicone gera eletricidade quando flexionado – fenômeno conhecido como “piezoeletricidade”. A ideia não é nova, e já existem vários protótipos de nanogeradores que exploram a energia biomecânica e de vários tipos de músculos artificiais, baseados no mesmo princípio.