Manutenção – As novas soluções para melhorar a eficiência de máquinas e equipamentos

A preocupação em manter as linhas de produção operando sem falhas e perdas tem elevado o nível de exigência da manutenção nas indústrias. Considerada uma atividade estratégica, ela auxilia na gestão dos ativos e colabora para que a indústria atinja excelência operacional, melhorando a disponibilidade e confiabilidade de máquinas, equipamentos e instalações das fábricas.

Mais confiantes

Modestas melhorias na receita, redução nos custos e aumento gradual da confiança sugerem mais fôlego para a indústria daqui em diante. O último Indicador de Custos Industriais, medido trimestralmente pela Confederação Nacional da Indústria – CNI, caiu 1,1% no segundo trimestre de 2016 em comparação com o primeiro do ano, o que significa que os custos industriais recuaram após seis trimestres de alta. A redução foi puxada pela queda dos custos com capital de giro (retração de 7,7%) e com bens intermediários importados (-11,2%). Segundo a CNI, esse movimento de baixa permitiu melhorar as margens de lucro das empresas.

Balança comercial atinge novo recorde

A balança comercial brasileira atingiu novo recorde no superávit acumulado. O diretor de Estatística e Apoio às Exportações da Secretaria de Comércio Exterior, Herlon Brandão, anunciou que, de janeiro a agosto de 2016, o saldo positivo chegou a US$ 32 bilhões, e o valor é o maior já registrado para os primeiros oito meses do ano.

Empresários mais confiantes, aponta ICEI de agosto

Após 28 meses, o Índice de Confiança do Empresário Industrial – ICEI, medido pela Confederação Nacional da Indústria – CNI, alcançou 51,5 pontos, superando a linha divisória de 50 pontos, o que mostra empresários mais confiantes, o que não se via desde março de 2014