Agência Nacional do Petróleo publica anuário com dados de 2003 a 2012

2 minutos para ler

A Agência Nacional do Petróleo – ANP publicou na última segunda-feira (29/07), em seu site, o Anuário Estatístico Brasileiro do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis 2013, com dados estatísticos sobre o desempenho da indústria e do sistema de abastecimento nacionais no período de 2003 a 2012.

De acordo com a ANP, o destaque do anuário é o recorde da produção bruta de gás natural no Brasil, que atingiu em 2012 70,8 milhões de m²/dia – um crescimento de 7,3% frente a 2011. Outros dados expressivos são a redução de queimas e perdas (-17,8%) e do volume de gás reinjetado nos poços (-12,3%), que contribuíram para uma produção líquida 16,5% maior em relação a 2011, somando 46,5 milhões de m²/dia. A produção de petróleo e gás natural a partir do pré-sal também aumentou em 2012, atingindo em dezembro de 2012, respectivamente, 247 mil barris/dia e 7,9 milhões de m²/dia.

Mais inovação. Os investimentos obrigatórios da cláusula de Pesquisa e Desenvolvimento – P&D somaram R$ 1,2 bilhão em 2012 e o Programa de Recursos Humanos da ANP – PRH-ANP disponibilizou R$ 59,8 milhões para a concessão de bolsas de estudos e taxa de bancada nas universidades.

Mais incentivo público. Em 2012, as participações governamentais bateram recordes, atingindo R$ 31,8 bilhões. Deste total, R$ 15,6 bilhões são royalties e R$ 15,9 bilhões são participações especiais.

Para acessar a versão online do Anuário Estatístico 2013, clique aqui.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-