Energia

A partir de 2021, Ipiranga terá operação com energia solar

Redação de NEI
Escrito por Redação de NEI em 30 de setembro de 2020
NEI NEWS

Junte-se a mais de 230 mil pessoas e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Novo projeto de energia renovável, que prevê a construção de usinas em cinco estados, deve abastecer 300 postos completos

A empresa Ipiranga, a partir de 2021, vai viabilizar a seus postos e franquias, por meio da geração de energia solar distribuída, a redução de custo com energia elétrica.

Cinco complexos de usinas já estão em construção no Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Ceará – primeiros estados que receberão o projeto de energia renovável da empresa. A expectativa é de que todas as usinas juntas, em um ano, gerem mais de 51 mil MWh, o suficiente para suprir o consumo de aproximadamente 300 postos Ipiranga completos, com franquias AmPm e Jet Oil.

O projeto será colocado em prática em parceria com a GDSolar, que cuidará da construção, operação e manutenção das usinas fotovoltaicas. As usinas têm previsão de começar a gerar energia até abril do próximo ano.

O projeto

A Usina Solar Ipiranga tem como objetivo, além de gerar energia renovável, apoiar a eficiência operacional e a saúde financeira de seus revendedores e franqueados. Isso porque a conta de energia é o segundo maior custo de operação para a sua rede. A energia elétrica fornecida pelas usinas deverá economizar até 15% no custo dos postos com energia elétrica, atingindo uma economia acumulada de R$74 milhões na rede participante, durante todo o projeto. Além disso, o benefício é oferecido sem custo adicional ou qualquer investimento por parte dos revendedores e franqueados.

A Ipiranga desenvolve projetos de eficiência energética em diversas frentes, tanto para instalações próprias quanto para seus clientes. De olho nos avanços tecnológicos, a empresa tem a gestão de energia como um guarda-chuva para a inovação e busca oferecer um portfólio de soluções para cada tipo de cliente. São clientes de vários perfis energéticos, e para cada um, há uma solução diferente.

“Nós identificamos oportunidades e estruturamos projetos sólidos e coerentes com o modelo de negócio dos nossos postos e franquias, buscando sempre os melhores parceiros do mercado. Esse projeto é inovação e sustentabilidade, lado a lado, entregando mais um diferencial competitivo que, por meio da geração de energia renovável, oferece mais perenidade ao negócio”, disse Marcelo Araujo, presidente da Ipiranga.

Fonte: Assessoria de Imprensa Ipiranga

Gostou?

Conte para a gente nos comentários!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *