Agropecuária

7 dicas para ter em mente ao comprar EPI

Fernanda Silva
Escrito por Fernanda Silva em 18 de julho de 2019
7 dicas para ter em mente ao comprar EPI
NEI NEWS

Junte-se a mais de 230 mil pessoas e receba conteúdos exclusivos e com prioridade


O uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) é fundamental para a segurança dos trabalhadores da empresa, além de garantir o cumprimento da legislação. Eles são previstos pela Norma Regulamentadora (NR) 6 do Ministério do Trabalho (MTE), que determina que é obrigação do empregador comprar EPIs e entregá-los aos trabalhadores, sem custo.imagens-ilustrativa-de-luvas-a-ser-usadas-na-cozinha-epi-em-latex-e-antitermica-mais-usada-na-cozinha-industrial

Mas você sabe o que observar ao adquirir esses equipamentos? É fundamental saber como escolher os EPIs ideais, de acordo com as atividades da empresa, para garantir a segurança dos empregados.
Neste post, vamos explicar 7 dicas essenciais que você deve ter em mente no momento de comprar esses equipamentos. Acompanhe!

1. Avalie quais EPIs são realmente necessários

O primeiro cuidado que a empresa deve adotar é fazer uma análise das atividades para definir quais EPIs devem ser adquiridos. Para isso, é preciso considerar:

  • o risco da atividade;
  • as condições de trabalho;
  • a região a ser protegida;
  • a função de cada EPI.

Em vista disso, a empresa deve investir na identificação e na avaliação dos riscos do ambiente de trabalho para mapear os perigos existentes e as formas adequadas para minimizá-los, com medidas de segurança e Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC), e, se as demais ações não forem suficientes, com o uso de EPIs.
7 dicas para ter em mente ao comprar EPI
Desse modo, você saberá quais equipamentos são necessários para manter o trabalhador seguro durante o serviço, reduzindo os acidentes de trabalho, e evitando um investimento em itens inadequados, que geram prejuízos para a empresa.

2. Atente para a qualidade do equipamento

Ao pesquisar os EPIs, você vai encontrar diversos produtos que têm o mesmo objetivo. Então, pesquise as opções disponíveis e reúna o máximo de informações sobre eles para verificar a qualidade e a durabilidade do equipamento. Saiba quais são as condições ideais de armazenamento e a forma correta de uso para ver se serão adequadas às necessidades da empresa.
Consulte o fabricante e, se possível, pesquise opiniões de outras empresas e profissionais de segurança do trabalho sobre o EPI. Para ajudar, um dos principais indicativos a respeito da qualidade do equipamento é sua certificação.

3. Verifique se o EPI tem o Certificado de Aprovação

Todos os EPIs devem ter o Certificado de Aprovação, expedido pelo MTE após passarem por testes realizados pelo Sistema Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (SINMETRO), que tem como objetivo atestar que eles atendam à sua finalidade.
A NR 6 prevê a obrigatoriedade do documento para que os EPIs possam ser comercializados, e a regra é aplicável aos produtos nacionais e importados. Além disso, a norma determina a validade dessa certificação, com um prazo que varia de acordo com o equipamento, e pode chegar a 5 anos.

Adquirir produtos certificados é fundamental para garantir que eles sejam adequados para eliminar ou reduzir os riscos envolvidos nas atividades da empresa. Com o número do certificado, é possível consultar todas as informações do EPI, como fabricante, validade e outros dados importantes.

4. Lembre-se de comprar EPI para o estoque

A empresa tem a obrigação de exigir e fiscalizar o uso dos equipamentos pelos empregados, e substitui-los sempre que forem danificados ou extraviados. Ou seja, é importante ter equipamentos em estoque para fornecê-los quando necessário.
Então, quando for comprar novos EPIs, calcule a quantidade necessária para todos os trabalhadores, incluindo a taxa de rotatividade de empregados da empresa, e para formar um estoque adequado. Esse é um cuidado essencial, pois a entrega ou substituição do equipamento deve ser imediata para que o trabalhador continue exercendo suas funções.
Porém, é preciso ter atenção ao armazenamento dos EPIs e aos prazos de validade (que não se confundem com o prazo do certificado), para entregar equipamentos adequados e em bom estado de conservação.

5. Preze pelos EPIs ergonômicos

A ergonomia no trabalho tem o objetivo de melhorar a relação entre os trabalhadores e as atividades exercidas, com foco na segurança e na produtividade, sem prejuízo do conforto do empregado. Isso aumenta a segurança e a produtividade no trabalho.
Portanto, ao comprar EPIs, dê preferência àqueles que contam com o fator ergonômico para que os empregados tenham mais qualidade de vida. Um produto que gere desconforto durante o uso pode atrapalhar a concentração do trabalhador e prejudicar o seu rendimento.
7 dicas para ter em mente ao comprar EPI
Assim, apesar de terem um custo mais elevado, os EPIs desenvolvidos com foco na ergonomia garantem um retorno maior para a empresa, pois além de atender às normas de segurança, também aumentarão a produtividade dos empregados.

6. Analise a credibilidade do fornecedor

Ao comprar o EPI, você precisa encontrar fornecedores de qualidade para firmar uma parceria a fim de garantir que os equipamentos comercializados sejam adequados e entregues nas condições negociadas.
Aqui, uma ótima dica é procurar empresas de e-commerce. Assim, você terá acesso completo ao estoque e preços sem precisar sair da empresa ou passar horas ao telefone com o fornecedor. Também fica mais fácil comparar diferentes equipamentos para encontrar o melhor custo-benefício.
Desse modo, um fornecedor online facilita todo o processo de elaboração de orçamentos e compra, e consegue oferecer custos mais atrativos pelos produtos, portanto, é uma alternativa que traz diversos benefícios à empresa.

7. Considere o custo-benefício

Avaliar o custo-benefício é outra dica importante para comprar EPI. Um erro comum cometido pelas empresas é considerar apenas o valor do equipamento, tentando reduzir as despesas com essa aquisição, sem levar em conta a sua qualidade e o nível de proteção oferecido.
No entanto, as medidas de segurança do trabalho devem ser encaradas como um investimento, portanto, é preciso buscar os EPIs que ofereçam um bom retorno para a empresa, com a efetiva proteção dos empregados, e garantam melhores condições no ambiente laborativo.
Aqui, um cuidado importante para calcular o custo-benefício é considerar as despesas com a manutenção do produto e a frequência de reposição, fazendo uma análise de gastos a longo prazo. Fazendo isso, será mais fácil encontrar a opção mais adequada para a empresa.
7 dicas para ter em mente ao comprar EPI
Adotar todos esses cuidados ao comprar EPI para os seus empregados é fundamental para oferecer um ambiente de trabalho seguro e para atender a todas as regras da legislação trabalhista, assim, o empregador evita a aplicação de penalidades ou ações judiciais.
Gostou das nossas dicas? Então, aproveite para acessar o nosso site e conheça os produtos que temos disponíveis. Com certeza, você encontrará ótimas soluções para a sua empresa!

Gostou?

Conte para a gente nos comentários!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Replies to “7 dicas para ter em mente ao comprar EPI”

A.AIRTON

DICAS LEGAIS, CONTUDO PRECISAM SER ATUALIZADAS, EX CERTIFICADO DE APROVAÇÃO, NÃO EXISTE MAIS, AGORA PASSOU A SER REAT – RELATORIO DE ENSAIO DE ATENUAÇÃO DE RUIDOS, ISTO PARA OS PRODUTOS QUE PRECISEM DE AUDIOMETRIA, PROTETORES AURICULARES, ABAFADORES RUIDO, CAPACETES CONECTADOS COM ABAFADORES, DENTRE OUTROS

Fernanda Silva

Esse artigo foi escrito em uma época onde ainda existia o CA. Iremos atualizar esse post o mais rápido possível. Agradecemos o feedback,Sr. Airton.

A.AIRTON

DICAS LEGAIS, MAS O PRINCIPAL É LEMBRAR QUE AO COMPRAR EPIS, DEVE-SE BUSCAR ACIMA DE TUDO A QUALIDADE, NÃO SÓ ERGONOMIA , POIS UM PRODUTO MUITO BARATO, PODE CAUSAR ALERGIA, QUANDO EM USO, PODE NÃO ATENDER ADEQUADAMENTE SUA FUNÇÃO, LEMBRANDO QUE AINDA QUE MUITO BARATO, PODE SAIR BEM CARO EM UMA AÇÃO TRABALHISTA, É MUITO IMPORTANTE A QUALIDADE EM TODOS OS SENTIDOS DO PRODUTO, EX. SER ANTIALERGICO, LAVAVEL, TER DURABILIDADE, CONFORTAVEL EM USO, UM GRANDE EXEMPLO DISTO SÃO OS PROTETORES AURICULAR DE SILICONE ( PROTHEVS) OU MESMO OS ABAFADORES DE RUIDO , OU PRODUTO PRIMA POR QUALIDADE E CUSTO OU ENTÃO VAI VENDER GATO POR LEBRE E ADIVINHA QUEM VAI PAGAR A CONTA DEPOIS…..

Fernanda Silva

É por essa razão que sempre nos preocupamos em trazer produtos com a melhor qualidade para oferecer aos nossos clientes. Confira nossos produtos acessando: https://www.nei.com.br/Epi-Epc-E-Seguranca/c/Xm9Eg