Segurança do Trabalho na Indústria da Construção Civil

2 minutos para ler

A Construção Civil é um tipo de indústria totalmente diferente das demais, pois, quando é terminado o produto, é a indústria que vai embora. Dessa forma, todas as instalações utilizadas pela indústria da Construção Civil são provisórias e mudam algumas vezes de local e de estrutura durante a obra.

Para controlar os riscos gerados por essa atividade, existe uma Norma Regulamentadora específica para o setor, a NR-18 PCMAT (Programa de Condições e Meio Ambiente para a Indústria da Construção Civil). Obras a partir de 20 funcionários devem dispor deste programa, que contempla todas as fases da Construção, desde fundações até o acabamento.

A empresa principal da obra deve contemplar inclusive os trabalhadores que serão terceirizados nesse programa, afim de padronizar a segurança e dimensionar as áreas de vivência para que sejam adequadas ao número de funcionários na obra.

O que acontece muitas vezes é que a PCMAT é posta em prática somente quando a obra já está em andamento. O ideal seria, ainda na fase de projeto, analisar os riscos e adequações necessárias conforme a NR-18.

Outro ponto importante é que empresas que têm menos de 20 funcionários em um canteiro de obras, embora não precisem do PCMAT do canteiro, devem seguir as determinações de segurança que constam na norma, inclusive treinar os funcionários quanto aos riscos aos quais estarão expostos.

Crédito: Giovani Pons Savi é técnico em segurança do trabalho e graduando em engenharia civil da UFRGS.

Você também pode gostar

1 comentário em “Segurança do Trabalho na Indústria da Construção Civil

Deixe uma resposta

-