10 dicas sobre utilização dos CLPs na Indústria

2 minutos para ler

Um CLP (Controlador Lógico Programável), também chamado de PLC (Programmable Logic Controller), é um equipamento que tem a finalidade de controlar máquinas ou processos inteiros, como um computador, com a diferença de ser bem mais robusto. O equipamento apresenta características que atendem o padrão da indústria no que diz respeito a local de instalação, capacidade de processamento (geralmente menor do que a de um computador comum) e compatibilidade com padrões industriais de alimentação elétrica de rede de dados. Entretanto, o conhecimento em eletrônica digital, microcontroladores, microprocessadores, microinformática e informática é indispensável para quem deseja se aventurar na área dos CLPs.

Existem centenas de fabricantes de CLPs e milhares de modelos, desde os mais simples, que custam apenas R$ 500,00, até os mais avançados, que podem custar até R$ 200.000,00 só a CPU. Veremos algumas características que fazem de um CLP um bom equipamento:

  1. Estar de acordo com a norma IEC61131;
  2. Possibilitar sua instalação em trilho DIN;
  3. Ser modular e possibilitar expansão;
  4. Dispor de cartões de comunicação para as principais redes industriais do mercado;
  5. Ter uma fonte chaveada com bom nível de proteção;
  6. Possuir software de programação de fácil manipulação (intuitivo);
  7. Contar com assistência técnica 24/7 por parte do fabricante;
  8. Ser difundido no mercado com unidades instaladas em várias empresas da região;
  9. Contar com cabo de comunicação de fácil construção que dispense circuitos no meio do cabo;
  10. Disponibilizar informações de como fazer o cabo e, preferencialmente, programa IDE gratuito na internet.

Seguindo esses 10 passos, com certeza você terá comprado um bom CLP e não terá dores de cabeça futuramente com a operação e manutenção.

Crédito: Kleber Oliveira Guimarães Falcão é graduado em licenciatura Matemática pela Unavida, técnico em automação industrial pelo Senai, e técnico em eletrônica pela Escola Técnica Redentorista.

Você também pode gostar

2 comentários em “10 dicas sobre utilização dos CLPs na Indústria

Deixe uma resposta

-